Galicismo

 

Ou francesismo,  é modo de falar ou escrever próprio da língua francesa, uso de expressões da língua francesa no português ou empréstimos do francês estranhos à acepção das palavras.

 

Ex.: Ele tomou muito champagne durante a festa.

 

O que ocorre é que champagne tem equivalente em português, champanha, champanhe. Seu uso na língua original configuraria galicismo, o que deve ser evitado.

 

A rigor, antes de usar uma palavra estrangeira num texto em português, verificar se não existe na língua. Caso seja indispensável o uso de uma palavra sem tradução no português, usá-la com grifo, marcando-a como palavra que não pertence à língua.

 

Algumas palavras já aportuguesadas: boate (de boite), buquê (de buquet), edredom ou edredão (de édredon), purê ou pirê (de purée). Só para citar algumas.

 

Vide abordagem.

 

 

 

 

 

FECHAR

 

 

 

© 2007 Pedro J. Nunes. Todos os direitos reservados.